sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Aposentado da Sanepar é pego com cocaína, mas alega que pó branco era “barbatana de tubarão”

Policiais afirmaram que suspeito usava a droga no momento da abordagem. Foto: RR/Banda B

Um aposentado da Sanepar de 63 anos foi preso em flagrante com drogas e outros produtos ilícitos na noite desta quinta-feira (2) no bairro Rebouças, em Curitiba. O carro dele, um Palio Weekend Adventure, carregava duas caixas com 38 envelopes, contendo cocaína, 31 comprimidos de estimulante sexual, cerca de R$ 4.010 em dinheiro e US$ 170 dólares. Também, sacolas com roupas de grife, par de algemas, máquina de choque elétrico, dois celulares e agendas com anotações supostamente do tráfico.
Bolsa que chamou atenção carregava envelopes de cocaína. Foto: RR/Banda B

De acordo com os policiais do 12º BPM, o Palio estava estacionado e levantou suspeita pela atitude do motorista. Ao fazerem a abordagem, descobriram os produtos. O suspeito, assim que foi abordado, contou aos policiais que a substância nos envelopes seria “barbatana de tubarão”, utilizada para a calcificação dos ossos. Logo depois, caiu em contradição e disse que os envelopes continham analgésico. No entanto, o teste para reagente à cocaína foi confirmada. O aposentado se disse surpreso ao saber que o que carregava era droga.
“Quando a equipe o abordou parecia que ele estava consumindo a droga porque tinha vestígios dentro do carro. Depois ele disse que não sabia o que era, muito menos a procedência. Então, foi levado”, contou o tenente Rocha da Polícia Militar à Banda B.
O suspeito, que não contava com passagens pela polícia, foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), teve o seu carro apreendido e autuado em flagrante deverá responder por tráfico de drogas.

Nenhum comentário: