domingo, 8 de dezembro de 2013

Lula subirá em palanques onde base tiver mais de um candidato

Fernanda Krakovics, O Globo
Na condição de principal cabo eleitoral do PT e detentor de altos índices de popularidade, o ex-presidente Lula entrará de cabeça na campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff a partir de março, quando deixará de lado os compromissos do instituto que leva seu nome, para se dedicar quase que exclusivamente a essa tarefa. Enquanto Dilma terá limitações impostas pelo cargo de presidente, Lula ficará solto para fazer campanha em tempo integral.
O ex-presidente pretende, inclusive, subir em palanques aos quais Dilma eventualmente não poderá ir, por falta de acordo entre os partidos de sua base aliada. Em estados onde houver mais de um candidato da base do governo, e não houver entendimento entre eles para que Dilma suba em mais de um palanque, ela não irá. Já Lula pretende passar por cima disso, o que deve causar gritaria entre os aliados.

Nenhum comentário: